Corinthians de Santo André foi a 1ª vítima de Pelé

Por EDGAR SILVA

O maior artilheiro de todos os tempos, com 1.281 gols em 1.375 jogos (ou 1.282, conforme o pesquisador Rogério Lopes Zilli), não poderia passar em branco em sua primeira partida oficial. Pelé estreou pelo Santos em 7 de setembro de 1956 diante do Corinthians de Santo André.

Ainda com 15 anos, o promissor atacante entrou no segundo tempo, quando o Santos já goleava por 5 x 1, e fez o sexto gol da goleada santista por 7 a 1.

À época jogadores não davam entrevistas como hoje e ninguém sabia o que dizer sobre o garoto que estreava no meio dos profissionais. Mas Waldemar de Brito, descobridor de Pelé, sabia. Foi ele quem afirmou “Esse menino vai ser o melhor jogador de futebol do mundo” ao apresentá-lo à diretoria do Santos.

Se há controvérsia quanto ao número de gols ou quando Pelé marcou o milésimo, o mesmo não se pode dizer do primeiro. Ninguém contesta que, há 60 anos, Pelé marcava seu primeiro de muitos gols.