Há 50 anos: Delfim Netto diz que não haverá alteração na política salarial

Por Banco de Dados

O ministro da Fazenda, Antonio Delfim Netto, disse nesta segunda (24), ao embarcar para os EUA, onde terá encontro com dirigentes do Banco Interamericano de Desenvolvimento, que não haverá mudanças na política salarial brasileira.

O ministro declarou que uma alteração ou afrouxamento na atual política acarretará em aumento nos índices inflacionários do país.

O ministro Jarbas Passarinho (Trabalho) já disse ser “a favor de uma política salarial realista, com estabilidade e com aumento no poder de compra”, além de permitir ao trabalhador participar do produto nacional bruto.