Há 50 anos: Por excedentes, alunos tomam Faculdade de Filosofia da USP

Por Banco de Dados

Em apoio à luta pela admissão dos excedentes nas universidades brasileiras, estudantes ocuparam nesta terça (25) a Faculdade de Filosofia da USP.

Liderados pela UNE (União Nacional dos Estudantes) e pela UEE (União Estadual dos Estudantes), os manifestantes foram recebidos pelo diretor Erwin Rosenthal.

Rosenthal disse que a faculdade tem se esforçado para sanar a questão dos excedentes (que passaram no vestibular, mas não puderam se matricular por falta de vagas).

Segundo ele, os estudantes de psicologia e ciências biológicas aprovados devem conseguir a matrícula até 1968.