Há 50 anos: Após testar bomba H com êxito, China diz que não fará ataques

Por Banco de Dados

O primeiro-ministro da China, Chu En-Lai (na foto acima), afirmou neste domingo (18) que seu país jamais teve a intenção de usar a bomba de hidrogênio ou armas nucleares para atacar outras nações.

A declaração foi dada antes da 5ª Reunião Plenária da Secretaria de Jornalistas Afro-Asiáticos, em Pequim. “Nosso maior êxito é que acabamos com o monopólio URSS-EUA sobre as armas nucleares.”

Boa parte do sucesso dos testes é creditado aos cientistas Tchien San-Chian, considerado o número um da ciência atômica chinesa, e Hsu Tchen-Son, que participou ativamente da preparação do primeiro foguete chinês.