Há 45 anos, Emerson Fittipaldi se tornava o primeiro piloto brasileiro campeão mundial de F-1

Por Alberto Nogueira

Emerson Fittipaldi entrou para a história do esporte ao se tornar o primeiro brasileiro campeão mundial de F-1, em 10 de setembro de 1972.

Naquele dia, a bordo de sua Lotus, o piloto venceu o Grande Prêmio de Monza, na Itália, e conquistou o título da principal categoria do automobilismo. De quebra, tornou-se o mais jovem a vencer o campeonato, aos 25 anos –atualmente, quem detêm o posto é o alemão Sebastian Vettel, vencedor pela Red Bull em 2010, aos 21 anos, três meses e oito dias.

Fittipaldi largou em quarto no GP italiano, o que bastava para ele se sagrar campeão com duas corridas de antecipação. Mas seus principais rivais na luta pelo troféu, Jackie Stewart (Tyrrell) e Denny Hulme (McLaren), facilitaram ainda mais a coisa. O primeiro teve que abandonar a prova, e o segundo não conseguiu nada melhor do que a terceira colocação.

A sorte, hoje, foi minha aliada. Na verdade, eu corri –e teria me conformado com isso– para obter o quarto lugar e garantir o título. A vitória não estava nos meus planos”, disse o piloto.

O brasileiro sabia que conquista traria mais expectativa em torno de seu futuro na categoria, ou seja, uma maior responsabilidade de conseguir bons resultados.

“Uma pessoa pode evitar as pressões e se organizar com método, e esse será meu principal objetivo daqui para a frente. Hoje é o dia mais feliz da minha vida, apesar de reconhecer que daqui para a frente terei muito mais responsabilidade. Agora todos querem ver o Emerson campeão, e não o corredor. E o mínimo erro será criticado duramente”, concluiu o campeão.

No ano seguinte, Fittipaldi terminou a temporada em segundo, atrás do inglês Jackie Stewart, que conquistou o tricampeonato a bordo de sua Tyrrell.

Em 1974, defendendo outra escuderia, o piloto paulistano chegou ao bicampeonato da F-1, o primeiro de um piloto da McLaren.

Fittipaldi correu de 1970 a 1980 na principal categoria do automobilismo mundial. Além dos dois títulos, foram 14 vitórias, outros 21 pódios e seis pole positions.

Depois dele, o Brasil só teve mais dois campeões na F-1. Os tricampeões Nelson Piquet (1981, 1983 e 1987) e Ayrton Senna (1988, 1990 e 1991).

O piloto brasileiro Emerson Fittipaldi em sua Lotus, durante o GP da Áustria de F-1, em 1972 (Foto: Associated Press)

[+] Conheça o site do Banco de Dados
http://www1.folha.uol.com.br/banco-de-dados/

[+] Siga-nos no Twitter
https://twitter.com/BD_Folha

[+] Curta a página Saiu no NP
https://www.facebook.com/Saiu-no-NP-168161556714765/

[+] Curta o Acervo Folha no Facebook
https://www.facebook.com/acervofolha/