Arquivo - Categoria: Esporte

GUGA HÁ 20 ANOS: Brasileiro conquista Roland Garros; país ainda não formou sucessor no tênis

Após surpreender ao vencer o austríaco Thomas Muster (5º do mundo), o ucraniano Andrei Medvedev (20º) e o russo Yevgeny Kafelnikov (3º), três medalhões do tênis mundial, Gustavo Kuerten chegou àquele dia 8 de junho de 1997 a um passo de se sagrar campeão do Aberto da França. Mas pela frente ele teria o espanhol(…)

GUGA HÁ 20 ANOS: Favorito pela 1ª vez em Roland Garros, brasileiro bate ‘zebra’ belga e vai à final

Depois de deixar para trás dois tops cinco do ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), Thomas Muster (5º) e Yevgeny Kafelnikov (3º), o tenista Gustavo Kuerten (66º) disputaria a semifinal do Aberto da França contra o azarão Filip Dewulf, da Bélgica, então número 122 do mundo. Mas o inédito favoritismo em Roland Garros não(…)

GUGA HÁ 20 ANOS: Brasileiro bate russo e críticos de seu uniforme e avança à inédita semifinal

“É a melhor semana de minha vida”, assim o tenista Gustavo Kuerten, 66º colocado no ranking da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), definiu o momento que estava vivendo, logo após a vitória contra o ucraniano Andrei Medvedev, em 2 de junho de 1997, que lhe rendeu a classificação às quartas de final do Aberto da(…)

GUGA HÁ 20 ANOS: Nem falta de luz tira brilho de brasileiro, que vai às quartas de final na França

Um dia após ser eliminado nas duplas do Aberto da França, ao lado do compatriota Fernando Meligeni, o tenista Gustavo Kuerten (66º) teve pela frente, em 1º de junho de 1997, o ucraniano Andrei Medvedev, número 20 da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), pelas oitavas de final do torneio de simples. Do outro lado da(…)

GUGA HÁ 20 ANOS: Brasileiro bate top 5 e se torna melhor latino na história de Roland Garros

“Sabia que podia ganhar. Acreditava mesmo quando perdia o quinto set”, disse o brasileiro Gustavo Kuerten, número 66º do ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), após a emocionante vitória contra o número cinco do mundo, o austríaco Thomas Muster, naquele dia 30 de maio de 1997, pelo Aberto da França. A confiança mostrada por(…)

GUGA HÁ 20 ANOS: Segunda vitória do tenista brasileiro o coloca frente a frente com top 5 da ATP

O jovem Gustavo Kuerten poderia se considerar no lucro, pois naquele dia 28 de maio de 1997 ele faria sua segunda partida em Roland Garros, superando sua campanha do ano anterior, quando não passou da primeira rodada. Mas ele parecia querer mais. Pela frente, Guga teria desta vez um tenista melhor ranqueado do que ele,(…)

GUGA HÁ 20 ANOS: Jovem e 66º no ranking da ATP, tenista estreava com vitória em Roland Garros

O maior tenista brasileiro da história ainda era apenas uma jovem promessa naquele 26 de maio de 1997, dia de sua estreia no saibro do Aberto da França. Com 20 anos de idade, Gustavo Kuerten, o Guga, liderava o ranking brasileiro e era o 66º colocado da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais). No currículo, nenhum(…)

Há 50 anos: Mineirão treme e engenheiro formará comissão para vistoria

O estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG) tremeu neste domingo (21), quando era realizada rodada dupla do Torneio Quadrangular Internacional de futebol. O público de América vs Huracán (ARG) e Atlético-MG vs Nacional (URU) não chegou a sentir o abalo, mas o engenheiro Gil Cesar Moreira de Abreu, construtor e superintendente do Mineirão, vai formar(…)

Há 20 anos, supercomputador derrotou o campeão mundial do xadrez Garry Kasparov

Hoje completam-se duas décadas da memorável disputa entre o então número 1 do xadrez, o russo Garry Kasparov, e o computador Deep Blue, da IBM, que em 11 de maio de 1997 entrava para a história como a primeira máquina a derrotar um campeão mundial da modalidade. Era o segundo confronto entre Kasparov e o Deep(…)

Há 35 anos, Gilles Villeneuve morria sem o título da F-1, mas marcado por ousadia e apelidos

Há 35 anos, morria o piloto de F-1 Gilles Villeneuve, na véspera do Grande Prêmio da Bélgica. Joseph Gilles Henri Villeneuve era canadense, nascido na província de Quebec. Disputou 68 corridas, venceu seis e não conquistou nenhum campeonato. Considerado um dos pilotos mais arrojados de sua época, Villeneuve também colecionou críticas quanto à maneira de pilotar.(…)