1948: Monteiro Lobato morre aos 66 anos, após se dizer curioso em conhecer fim da vida; leia entrevista

Monteiro Lobato posa para foto, em Buenos Aires (Argentina) – Arquivo Pessoal

Vítima de um derrame cerebral, o escritor José Bento Monteiro Lobato, um dos mais populares do Brasil, morreu aos 66 anos, na madrugada de 4 de julho de 1948, em São Paulo. Cerca de um ano antes de isso ocorrer, ele havia declarado, em entrevista exclusiva para a Folha da Noite (um dos jornais que […]

Leia Mais

Depois de ‘sair’ de guardanapo, ‘O Pequeno Príncipe’ chega aos 75 anos

Ilustração de “O Pequeno Príncipe”

Desenhar um menino loiro era um costume do aviador e escritor francês Antoine de Saint-Exupéry. E, durante um almoço com um editor americano em 1942, ao rabiscar a figura desse garoto em um guardanapo, ele recebeu uma sugestão: criar um conto infantil. Saint-Exupéry escreveu a história e fez as ilustrações, colorindo com aquarelas. Em vez de um […]

Leia Mais

Morto há 65 anos, Graciliano Ramos virou ‘escritor de vida eterna’

O escritor Graciliano Ramos escreveu livros que fizeram muito sucesso, como “Vidas Secas” (Reprodução)

Durante os 60 anos de sua vida, o escritor alagoano Graciliano Ramos deixou uma série de livros publicados que marcaram a literatura brasileira, como “São Bernardo” (1934), “Angústia” (1936) e “Vidas Secas” (1938). Vítima de câncer no pulmão, ele morreu no dia 20 de março de 1953, e seu amigo, o escritor paraibano José Lins do Rego, o […]

Leia Mais

Cassandra Rios desafiou censura para se tornar a primeira brasileira a vender 1 milhão de livros e educar uma geração

A escritora Cassandra Rios. (Crédito: Folhapress)

“Me acusaram de atentado à moral e aos bons costumes. Isso em 1954. No livro [“A Volúpia do Pecado”], a homossexual é simplesmente aquilo que ela quer: ela enfrenta seus problemas, que todo o mundo os tem, mas no final é feliz”, diz a escritora Cassandra Rios, em entrevista ao jornal Lampião da Esquina, de […]

Leia Mais

Em 1943, Di Cavalcanti rebateu crítica de livro de Oswald de Andrade feita por Antonio Candido

O crítico literário Antonio Candido

Na seção “Notas de Crítica Literária” do dia 24 de outubro de 1943, publicada na Folha da Manhã, o crítico Antonio Candido (1918-2017) analisou a obra “Marco Zero 1 – A Revolução Melancólica”, do escritor Oswald de Andrade (1890-1954). Insatisfeito com a crítica, o pintor brasileiro Di Cavalcanti (1897-1976) publicou artigo em 15 de dezembro […]

Leia Mais

Há 85 anos, nascia o escritor Umberto Eco

O escritor italiano Umberto Eco (Foto: François Guillot – 12.mai.2015/AFP)

Há 85 anos, nascia em Alexandria, norte da Itália, Umberto Eco, filósofo, semiólogo, linguista e bibliófilo. Também escritor e ensaísta, Eco é mundialmente conhecido por seus trabalhos acadêmicos, dentre eles “Apocalípticos e Integrados” (1964) e “Tratado Geral de Semiótica” (1975). Entretanto sua obra máxima é “O Nome da Rosa” (1980), traduzida para 30 idiomas e […]

Leia Mais

Verissimo chega aos 80 e diz que deveria haver um curso preparatório para a velhice

O escritor Luis Fernando Verissimo (Foto: Mateus Bruxel – 19.out.2015/Folhapress)

O multitalentoso Luis Fernando Verissimo  (escritor, cartunista, tradutor, humorista, autor de teatro e músico) completa hoje 80 anos. Cronista renomado, Verissimo fez do humor a marca de seus textos e tirinhas. Sim, tirinhas. Ou você nunca leu “As Cobras” ou “Família Brasil”? Natural de Porto Alegre e filho do escritor Érico Verissimo, Luis Fernando estudou […]

Leia Mais

Há 55 anos, a morte tentou, mas não parou a obra de Hemingway

O escritor ernest Hemingway, em sua casas em Cuba, em 1956

“Em 2 de julho de 1961, Ernest Hemingway colocou a carabina de dois canos apontada para o próprio pescoço e apertou os gatilhos, com um dos pés, puxando um fio atado à arma. Os dois gatilhos lhe explodiram a cabeça. Hemingway, um caçador experiente, não falhou ao disparar contra a presa final, ele próprio.” Assim […]

Leia Mais