1968: Na Folha, jornalista diz que Che morreu sem ter começado sua revolução

Ernesto “Che” Guevara de Cuba faz uma aparição em “Face the Nation” nos estúdios da CBS-TV em Nova York (13.dez.1964/Associated Press)

De criança asmática a guerrilheiro, Ernesto Che Guevara faria 90 anos nesta quinta-feira (14). O Blog Acervo Folha resgata dois textos publicados antes do primeiro ano de seu assassinato, ambos assinados pelo jornalista boliviano Villar Borda, que testemunhou os últimos dias do guerrilheiro. A série foi intitulada “A verdade sobre a morte de Guevara”. O […]

Leia Mais

1928: Nasce Ernesto Guevara, futuro Che e símbolo da resistência ao imperialismo

O guerrilheiro Ernesto Che Guevara (Divulgação)

Ernesto Guevara de la Serna, mais conhecido como Che Guevara, se estivesse vivo, completaria nesta quinta-feira (14) 90 anos. Morto há mais de meio século na Bolívia, Guevara era argentino, natural de Rosario, mas passou 17 anos na província de Córdoba. Diagnosticado com asma desde pequeno, teve uma infância limitada e foi alfabetizado em casa […]

Leia Mais

1968 – A NONA BOMBA: Polícia prende garoto com coquetel molotov após espetáculo ser censurado

Garrafas com coquetel molotov estavam dentro de um embrulho – 11.jun.1968/Reprodução

Na noite do dia 11 de junho de 1968, o quarto ano sob o comando da ditadura militar, o clima estava bastante tenso no Teatro Ruth Escobar, na Bela Vista, em São Paulo. Com a ordem de impedir a apresentação da “1ª Feira Paulista de Opinião”, policiais foram ao teatro por volta das 18h. Nesse espetáculo, […]

Leia Mais

1968 – A SÉTIMA BOMBA: Explosão na Bolsa de Valores de São Paulo arrebenta 59 vidraças

Janelas da Bolsa de Valores de SP com vidros quebrados (Reprodução/Folhapress)

Um dos símbolos do capital financeiro, a Bolsa de Valores de São Paulo foi atingida por uma bomba às 22h de 15 de maio de 1968. Tratava-se da sétima explosão na cidade, em um período de dois meses, em um conturbado ano. A ação arrebentou 59 vidraças, mas não houve vítima. A entidade funcionava, à […]

Leia Mais

OUTROS 13 DE MAIO: Helio Santos critica versão oficial do Dia da Abolição

Professor Hélio Santos, em 1983 (Folhapress)

Helio Santos tem sua trajetória marcada pelo ativismo em prol dos direitos dos negros brasileiros. Em 1984, o professor falou sobre A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios –PNAD– e o empobrecimento da população rotulada pelo IBGE como preta e parda. “Enquanto, aproximadamente, a metade dos não brancos ganha até 1 salário mínimo, apenas 28% dos […]

Leia Mais

OUTROS 13 DE MAIO: Dona Maria, 107 anos, se lembrava do 13 de Maio de 1888

Maria Ellis da Silva não esquece do dia da abolição (Folhapress)

Quando do centenário da Abolição da Escravatura, a Folha publicou uma série de reportagens. No dia 9 de maio de 1988, Dona Maria foi personagem. O Banco de Dados resgata no Blog Acervo Folha em uma série referente aos 130 anos da abolição, completados neste domingo (13). Confira abaixo a íntegra do texto.   9.mai.1988 MARIA, 107, AINDA SE LEMBRA DO 13 DE MAIO […]

Leia Mais

OUTROS 13 DE MAIO: Abdias do Nascimento explica o Quilombismo

Abdias do Nascimento, escritor, dramaturgo, político e ativista (Folhapress)

Com uma vida dedicada à luta contra o racismo, Abdias do Nascimento (1914-2011) combateu a desigualdade, discutiu formas de elevar a autoestima do negro brasileiro e desconstruiu a ideia de democracia racial. Num autoexílio durante o regime militar, Abdias ficou 13 anos fora do Brasil, de 1968 a 1981. No dia 9 de setembro de […]

Leia Mais

OUTROS 13 DE MAIO: Milton Santos cobrou reação ao apartheid à brasileira

O geógrafo Milton Santos fala durante palestra no auditório da Folha (Juca Varella – 15.mai.2000/Folhapress)

Ao analisar a situação dos negros no país, o geógrafo Milton Santos defendeu em artigo, publicado em 7 de maio de 2000, que era preciso reagir urgentemente a uma forma de apartheid à brasileira. Segundo Milton, não era possível esconder a existência de diferenças sociais, econômicas estruturais e seculares. Afirmou que o negro no Brasil […]

Leia Mais

1968 – A SEXTA BOMBA: Coquetel molotov é jogado em ônibus após aumento de passagem

Ônibus atingido estava estacionado perto de cerca de outros cem veículos – Reprodução

Durante a madrugada de 6 de maio de 1968, São Paulo voltou a registrar uma explosão, a sexta em menos de dois meses. Depois de serem atingidos os prédios do Consulado dos Estados Unidos, da Força Pública, do 2º Exército, do jornal O Estado de S.Paulo e da casa de um ex-procurador do estado de […]

Leia Mais

1968 – A QUINTA BOMBA: Bomba explode em casa de ex-procurador do Estado

Porta de ferro da residência do desembargador aposentado Virgilio Malta Cardoso, atingida por bomba caseira (Reprodução/Folhapress)

Luiz Carlos Ferreira Cristiano Cipriano Pombo Jair dos Santos Cortecertu Rodolfo Stipp Martino Após a bomba na sede do jornal “O Estado de S. Paulo”, no centro da capital, na madrugada do sábado de 20 de abril, não demorou um dia para que outra explosão viesse à tona em São Paulo. Desta vez o artefato […]

Leia Mais