Mortes e atentados fazem parte do histórico de ações contra políticos no Brasil

José Gomes (PTB), ex-prefeito de Itumbiara (GO), que morreu baleado em carreata em 2016 – Reprodução/Wikimedia Commons

Ataques a políticos no Brasil, que chamam a atenção da mídia e da população, estão presentes no país com mais repercussão desde o século retrasado. Assassinatos, tiros, brigas e até bolinha de papel fazem parte do histórico de ações contra a classe. Um levantamento feito por pesquisadores da UniRio (Universidade Federal do Estado do Rio […]

Leia Mais

1968 – DA 21ª À 23ª BOMBA: Após explosões no Dops e em fóruns, polícia prende grupo de extrema direita

Carro-bomba, cheio de dinamites, é detonado na frente do Dops (19.abr.1968/Reprodução)

A madrugada de 19 de agosto de 1968 foi muito agitada para os policiais em São Paulo. A partir das 3h, houve uma sequência de três explosões em locais relevantes para o poder público. Um carro-bomba, cheio de dinamites, foi detonado na frente do Dops (Departamento de Ordem Política e Social) e dois artefatos foram jogadas […]

Leia Mais

Desde 1998, Kofi Annan escreveu sobre liberdade de imprensa e eleições na Folha

Kofi Annan, durante Fórum Econômico Mundial em Cape Town, em 2011 (Mark Wessels/Reuters)

Kofi Annan, que foi secretário-geral da ONU de 1997 a 2006, sempre esteve presente nas páginas da Folha. E em pelo menos em 15 oportunidades o fez com suas próprias palavras. Desde que assumiu a Organização das Nações Unidas, o ganês relatou na Folha seus maiores desafios, como em 15 de março de 1998, quando fez […]

Leia Mais

Personagem de humor, Barão de Itararé se autoproclamou imperador da Ursas

O jornalista Aparício Torelly, durante entrevista ao jornal Última Hora.( 16.abr.1958 – Acervo UH/Folhapress)

No debate entre candidatos a presidente na última quinta-feira (9), Cabo Daciolo (Patriota) utilizou, de forma séria, a sigla Ursal para se referir a um suposto plano para a construção de uma União das Repúblicas Socialistas da América Latina. O termo virou piada na internet. Mas, na década de 30, o jornalista e humorista Apparício […]

Leia Mais

1968 – 20ª BOMBA: Ataque no Sumaré faz polícia suspeitar de ação contra EUA

Fachada do prédio do DOPS (Departamento de Ordem Política e Social), no centro de São Paulo – Reprodução

No primeiro semestre de 1968, o Consulado dos Estados Unidos e a residência de um executivo norte-americano da Kibon já haviam sido alvos de atentados a bombas em São Paulo. O caso seguinte a estes contra um estrangeiro ocorreu no dia 28 de julho daquele ano, um domingo. Às 3h30, um coquetel molotov foi jogado […]

Leia Mais

1968: Atores de ‘Roda Viva’ são agredidos, e teatro é depredado

Assentos do Teatro Ruth Escobar ficam destruídos – Acervo UH

Assim que terminou a apresentação da peça ‘Roda Viva’, por volta das 23h30 de 18 de julho de 1968, os atores foram surpreendidos por um ataque na sala O Galpão, no Teatro Ruth Escobar, em São Paulo. Integrantes do CCC (Comando de Caça aos Comunistas) começaram a bater nos atores e na equipe do espetáculo.  Cerca de […]

Leia Mais

1968 – A 12ª BOMBA: Coquetel molotov é jogado em muro do Colégio Mackenzie

Imagem do complexo da Universidade Mackenzie em 1985- Paulo Whitaker/Folhapress

Por volta das 4h de 28 de julho de 1968, dois dias após um carro carregado de dinamite ser lançado no quartel-general do 2º Exército e a explosão ter matado o soldado Mário Kozel Filho, a polícia contabilizou mais um ataque com bomba. Desta vez, o episódio não foi grave e ninguém ficou ferido. Um coquetel […]

Leia Mais

1968 – A 11ª BOMBA: Após general criar desafio, carro com dinamite é lançado em QG e mata soldado de 18 anos

Parede caiu com o atentado que matou soldado Mário Kozel Filho

A sequência de bombas jogadas em São Paulo em 1968 provocou uma vítima fatal no dia 26 de junho, por volta das 4h50. O soldado Mário Kozel Filho, de 18 anos, morreu com a explosão de um carro-bomba no quartel-general do 2º Exército, no Ibirapuera. Depois do atentado ao Consulado dos Estados Unidos, no dia 19 de […]

Leia Mais

1968: Na Folha, jornalista diz que Che morreu sem ter começado sua revolução

Ernesto “Che” Guevara de Cuba faz uma aparição em “Face the Nation” nos estúdios da CBS-TV em Nova York (13.dez.1964/Associated Press)

De criança asmática a guerrilheiro, Ernesto Che Guevara faria 90 anos nesta quinta-feira (14). O Blog Acervo Folha resgata dois textos publicados antes do primeiro ano de seu assassinato, ambos assinados pelo jornalista boliviano Villar Borda, que testemunhou os últimos dias do guerrilheiro. A série foi intitulada “A verdade sobre a morte de Guevara”. O […]

Leia Mais

1928: Nasce Ernesto Guevara, futuro Che e símbolo da resistência ao imperialismo

O guerrilheiro Ernesto Che Guevara (Divulgação)

Ernesto Guevara de la Serna, mais conhecido como Che Guevara, se estivesse vivo, completaria nesta quinta-feira (14) 90 anos. Morto há mais de meio século na Bolívia, Guevara era argentino, natural de Rosario, mas passou 17 anos na província de Córdoba. Diagnosticado com asma desde pequeno, teve uma infância limitada e foi alfabetizado em casa […]

Leia Mais